30 de jun de 2008

Isoldina e Vander Lee

Caraca. Tanta coisa pra falar e pouco tempo pra agenciar...enfim essa é a real do mundo e não só da equipe DELAS. Mas tem uma coisa que não dá pra passar em branco: o showzaço da banda Isoldina no Hard Rock Café com a participação do Vander Lee. Veja a versão rock, exclusiva da DELAS, da música Contra o Tempo.

24 de jun de 2008

Brindes pra galera



Além dos shows, nossas ouvintes levaram a melhor faturando kits DELAS com: CDs, Camisetas, squizzes e chaveiros.
Olha aí a felicidade da galera!

III Edição Só na Sapatilha no Reciclo DELAS



E vamos pro Reciclo para mais um Só na Sapatilha. A terceira edição 2008 do Projeto Reciclo Delas Só Na Sapatilha foi um sucesso! Clã do Jabuti e Samba da Silva subiram ao palco e tocaram o melhor do samba e suas vertentes! Os “Silvas” encantaram pela escolha do repertório e pela harmonia musical do grupo! A galera pôde conhecer algumas pérolas do samba na poderosíssima voz de Alexandre Rezende. Por outro lado, os “Clãs” se reuniram e chamaram a atenção do público pela riqueza instrumental e pelos arranjos super criativos e originais! Ao final, o palco ficou pequeno com a presença dos bambas e da apresentadora do Projeto, a cantora Carol Ghelli! As composições dispensam comentários, o que mostra que realmente “o samba não tem fronteiras, existe em qualquer lugar”!

DELAS no Hard Rock Café




Já nas ruas, a DELAS foi pro Hard Rock Café. O Instituto Metasocial fez, em Belo Horizonte, o lançamento nacional da campanha Ser Diferente é Normal. O evento contou com abertura da banda D'espertos e show principal da banda mineira Isoldina, com participação especial do cantor e compositor Vander Lee.

2 de jun de 2008

DELAS WEB RÁDIO

BLOG DELAS

Eu sou Val Tinoco. Tinha tudo pra estar hoje à frente de um grupo de pagode ou uma escola de samba. Pela proximidade de infância me arrisco a citar Martinho da Vila e por paixão à Portela. Neta de Don Don do Andaraí, aclamado em rodadas de sambas cariocas e consagrado, digamos assim, na voz de Dudu Nobre, graças à composição de Ney Lopes.
Os registros acima são porque a casa número 38 da rua Dona Maria, na Tijuca, atualmente um prédio, era o reduto de sambistas e jogadores amigos de Don Don e Santinha, meus avós.
Gosto do samba e suas vertentes, mas não sei sambar com a desenvoltura e charme que meus avós, primas e tias fazem quando se jogam numa rodada.
Enfim...melhor pular e chegar logo na DELAS.
Rádio: esta é minha paixão! Amo rádio e tudo que ele traz: imediatismo, credibilidade, produção, gravação, notícia, jornalismo, montagens, programas, programetes e pra fechar com glamour: música.
Já fiz e fui tudo no rádio. Migrando pra gravadoras, acabei me deparando com coisas que sentia falta no rádio. E como é impossível ter uma concessão de um dial, a web me trouxe a possibilidade de jogar na net a DELAS.

A DELAS não é um clube da Luluzinha, já frisamos isso. Mas impossível ir à frente sem olhar pra trás e citar as primeiras mulheres que pensei quando idealizei a rádio e fui linkando as pessoas aos programas e programetes.
Na época, Márcia Vianna foi minha confidente seguida de Cris Abreu. E minha escalação tem um time de primeira Khrisna Ferraz e Regina Coeli (que hoje estão à frente do Blog Tracks e Cor de Rosa Choque, respectivamente).

Késsia Miranda nos acompanhou até o ano passado mas hoje não dá pra conciliar sua agenda com a DELAS. Mas fica aqui nosso beijo carinhoso e grato.

Mariana Chebly foi nossa consultora comercial, Web Designer, mas sempre se recusou a soltar a voz na DELAS. Conseguiu pra gente parcerias com empresas de peso. Seu nome trouxe pra DELAS empresas conceituadíssimas. Ela vestiu a DELAS e nos fez griffe. Mas aí veio o sistema Globo, poderosíssima!!! ...e tirou ela da gente....mas um dia vamos ser maiores que esse sistema e vamos voltar com a Mariana pra DELAS...rs...Preocupem-se!
Atualmente nos encontramos pouco, ela está global demais, mas como sei que ela vai ler esse blog mando um recado: Mari, OBRIGADA POR TUDO!!!! Até pelo stress... tudo foi crescimento...o meu carinho, reconhecimento e gratidão.

Depois veio Raquel: A Jornalista. Mas não foi escolhida só por isso...rs.. mas porque ela era atriz, modelo e manequim. Tudo que Márcia Viana queria na vida (e jura que é...)

Cris, minha sócia, era outra que queria estar no projeto mas não queria falar...gravar nem pensar...e até hoje não abre a boca...pra falar no microfone, pq pra cantar e colocar a galera pra cumprir datas é com ela mesmo. Temos q ressaltar os dotes culinários da pessoa...bom mas isso tb vai ficar em off por enquanto...rs...

Em uma noite de gravação de vinhetas, apareceu nos estúdios levada por Cris uma Thaís Wadhy. Pedi que ela dissesse alguma coisa no microfone pra regularmos não sei o quê. Foi paixão à primeira vista. Aliás, foi Pegação à primeira vista. Até hoje.
Achei que estava completo: Khrisna, Mari, Regina, Késsia, Raquel, Cris, Thais, Marcinha...
Engano meu. Com a ida de Khrisna pra SP, alguém falou numa tal Tagi..não vou citar a profissão dela aqui, senão a rádio perde a credibilidade..rs.... E não é que Tagi entrou e tá “garrada” na DELAS até hoje¿ E não é que “garrei” um amor por advogados só por causa dela...rs...

Tá achando que é muita mulher...peraí que já vão entrar os homens. Só mais uma: Jacque Turato. Ela veio com sotaque paulista, cheia de idéias, ótimas intenções...mas a Gol não dá tempo dela gravar, escrever...vive em escalas e parou de nos escalar. Mas nos acessa e manda “Ois” de vez em quando.
Mais tem uma mocinha que é um capitulo a parte, a nossa gayrotinha: KAYETE.
Essa eu tenho uma história de dial muito bacana com ela que, pra não me alongar aqui, prometo contar a quem possa interessar no blog dela.
Amo Kayete de paixão. Quando fiz a proposta pra ela integrar minha equipe ela topou na hora e de repente estávamos com nosso programa na grade de um dial PopRrock e atualmente na rádio onde nossa história começou.
Com a Kayete a DELAS não tá boa não...tá óoooootima!!!


Hora dos meninos.
Lucas Diniz foi o primeiro. Chegou com Overdrive e está no ar com a gente desde o primeiro dia. Multiinstrumentista e tecladista da banda Zapata, ele é quem nos assessora nos estúdios quando um fio, um programa complicadíssimo de voz arrasa nossas horas. Ele chega e em segundos tudo resolvido. Um gênio que arrancou alguns suspiros de umas Deletes...rs...

Zubreu. Ele foi intimado a fazer o ZPM e respondia na lata as perguntas , digamos ácidas, das meninas. Só que começou a ficar difícil conciliar a agenda de DJ do moço e a função de produtor e locutor que ele exerce numa emissora segmentada. Então ficamos sem ele... Mas por enquanto...ainda vamos tentar uma reaproximação.
Ai Zubreu...estamos sentindo falta de você nestes corredores e também das músicas que nos aplicava.

Um rapaz do contexto. De responsa. Nosso Bruno Furletti é tema de 70% de nossas conversas sobre os apresentadores da rádio. Bruno domina BEATLES, mas nossos assuntos sobre este apresentador e colunista devem-se a personalidade de sua locução. Marcante. Autentica. Única. Sei de Deletes que nem são fãs do Quarteto de Liverpool mas não perdem nenhum Bealtes On The Road.

Pedro Antônio. Putz, o que falar do Pedro. A gente sabe pouco dele. Ele não fala. Não se revela...rs... As Deletes aqui são loucas pra saber quem ele está pegando. Mas ninguém sabe...rs.....É um grande escritor, excelente produtor. Um menino de ouro. Manda bem em qualquer tribo. Ele divide a apresentação e produção do Pegação com a Thaís e agora está estagiando no Pancake.com.
Bem, pra Kayete ele já está efetivado...só tem que fazer uns testes...por conta dela é claro.

Mas aí....no início do ano veio mais uma mulher. Mais mulher¿¿ Vocês devem estar pensando: credo é muita mulher!
Mas essa nós não podíamos ignorar. Ela não era uma mulher comum. Ela era a Deusa. Pois é, a nossa coordenadora de promoção é Deusa Assis. E temos que confessar que ela faz milagres. Tem dia que ela trabalha por quatro e não descansa no quinto.

Até minha mãe já integrou a equipe em uma das ações da rádio...

Conheci uma Fono que ama Bossa, venera Samba e suas vertentes... e ainda é cantora. A pessoa ideal pra âncora do Só na Sapatilha: Carol Ghelli...rs...mais uma mulher. Fazer o que, se as meninas são multi.

E no gingado do samba ela acabou levando o SNP pras ruas. Em sua edição de 2008, o evento tem lotado o Reciclo com bandas do contexto com repertório próprio e releituras de sambas consagrados. Confira abaixo algumas edições.

DELAS WEB RÁDIO